Tudo sobre gravidez depois dos 40 anos

Mulher grávida depois dos 40 anos dfe idade
Anúncio

Uma das questões que mais cresce dentro do tópico “maternidade” entre as mulheres, é sobre a gravidez depois dos 40 anos de idade.

Todos os ano vemos na TV famosas acima dos 40 anos engravidando, e isso exerce muita influencia e acaba encorajando novas mulheres a fazer o mesmo.

Embora essas notícias sejam frequentemente faladas na mídia, as dificuldades que enfrentam para alcançá-la nem sempre são mencionadas.

Por que, a medida que a idade avança as chances de engravidar são reduzidas significativamente, ninguém pode negar isso.

Vamos ver agora alguns pontos importantíssimos que cercam a gravidez depois dos 40 anos: Riscos, Benefícios e Recomendações.

Por que a gravidez depois dos 40 anos é mais difícil?

A dificuldade de engravidar depois dos 40 anos se deve principalmente a esse dois pontos a seguir:

  • Depois dos 35 anos, o risco de infertilidade aumenta. Aos 40 anos, as chances de conceber são ainda mais reduzidas. Isso se deve à diminuição do número de óvulos.
  • Depois dos 40 também há uma diminuição na qualidade dos óvulos. 

Saiba mais sobre fertilidade no artigo: Periodos de fertilidade | O que você deve saber.

Em muitos casos, a gravidez depois dos 40 só é possível graças à Inseminação Artificial (IA) , um tratamento de fertilidade com boa taxa de sucesso ou outras técnicas de fertilização assistida.

Também em muitos casos onde a mulher tem uma boa saúde é possível engravidar normalmente através do contato sexual.

Independente do método que pretende adotar para engravidar, antes de mais nada, lembre-se de seguir algumas recomendações básicas.

Dicas para engravidar depois dos 40 anos de idade

Uma gravidez saudável nessa idade não é louca, é perfeitamente possível. Mas devemos estar preparados para todas as possibilidades e dificuldades.

Se você já tomou a decisão, aqui estão algumas dicas práticas que podem ajudá-la:

  • Leve um estilo de vida saudável. A gravidez envolve muitas mudanças em nível físico e emocional, e cuidar da sua dieta é muito importante para mantê-lo em forma e reduzir os riscos. Se alimente de forma saudável, evite atividades muito estressantes e pratique atividade física.
  • Faça um exame médico para se certificar do seu estado de saúde e descubra possíveis alterações hormonais que podem interferir na gravidez depois dos 40 anos.
  • Consulte o seu ginecologista sobre a possibilidade de tomar suplementos que possam facilitar a gravidez (ácido fólico , por exemplo).
  • Faça atividades que relaxem o corpo e a mente. O fator psicológico influencia a produção de hormônios no corpo. Pensamentos negativos não ajudam em nada.
  • Se você está tentando engravidar sem sucesso por mais de 6 meses, é aconselhável consultar um especialista que possa analisar seu estado de fertilidade e o de seu parceiro.
  • Leve em conta a possibilidade de usar técnicas de reprodução assistida e descubra as mais adequadas para você. Hoje em dia, a ciência oferece muitas soluções; Inseminação artificial , fertilização in vitrorecepção de óvulos doados e outras opções para que mais mulheres e casais possam realizar seu sonho de ser pais.
  • Já tem 40 anos e decidiu engravidar? Não perca tempo consulte um medico imediatamente e siga as recomendações o quanto antes. Não espere fazer 41 ou 42 para buscar ajuda.

A tente-se agora ao próximo tópico.

Gravidez depois dos 40 anos: Possíveis complicações

Além de ser mais difícil conseguir engravidar 40 anos, também devemos ter em mente que o risco de complicações durante a gravidez também é maior do que nas idades mais jovens. 

As informações a seguir não são para desencorajar ou criar inseguranças, mas para conscientizar.

Entre as possíveis complicações da gravidez aos 40 anos encontramos:

  • O risco de aborto espontâneo é maior: se a gravidez é alcançada com óvulos, as chances de eles serem aneuploides (número incorreto de cromossomos) são muito altos, o que significa que os abortos são muito frequentes, especialmente no primeiro. quarto de gestação.
  • Riscos médicos durante a gravidez: há um risco maior de a mulher sofrer de diabetes gestacional , hipertensão, pré-eclâmpsia, alterações renais, doenças cardíacas e até câncer de mama.
  • Complicações no parto: há maior porcentagem de partos prematuros e é mais frequente que seja necessário recorrer à cesárea.
  • As anormalidades genéticas também são algo com que se preocupar com o passar dos anos, uma vez que os óvulos não se dividem da mesma forma, o que aumenta o risco de síndromes como a síndrome de Down.

Mas nem tudo é negativo, há alguns benefícios na gravidez depois dos 40 anos, conheça-os agora.

Vantagens para gravidez depois dos 40 anos.

Embora biologicamente não seja a melhor idade para considerar ser mãe por causa de tudo o que já foi dito, a verdade é que a maternidade neste momento da vida também tem algumas vantagens, como veremos abaixo.

Você está mais maduro emocionalmente, mais responsável e viveu mais experiências. Isso pode ajudá-lo a fornecer uma educação melhor para seus filhos e a decidir de maneira mais precisa o que é melhor para eles. 

Especialistas afirmam que os bebês e crianças com mães com mais de 40 anos têm 22% menos risco de lesão acidental.

Também nesta idade é comum o casal terem maior estabilidade pessoal e profissional, bem como mais tranquilidade econômica que também pode ser benéfico para a criação e educação de seus filhos. 

Entre outras vantagens, em idades mais avançadas, você pode ter mais flexibilidade nas horas de trabalho do que há alguns anos ou ter mais tempo livre para dedicar-se ao bebê.

É benéfico também em aspectos de desenvolvimento de inteligencia, já que muitas dessas crianças desenvolvem sua linguagem mais rapidamente.

Então, se você está pensando ou já decidiu optar pela gravidez depois dos 40, não esqueça de levar em consideração as recomendações apresentadas nesse artigo e as possíveis complicações associadas a gravidez.

Anúncio

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui